Office 365 – Desabilitando o ActiveSync de usuários em massa via Powershell

Fala ITPros!!! Como vai?

O ActiveSync é um protocolo de sincronização do Exchange Server, baseado em HTTPS e XML. Esse protocolo permite que usuários se conectem ao Exchange Online via Mobile. Por padrão, toda a vez que criamos um usuário e atribuímos uma licença do Exchange Online a ele, o ActiveSync é ativo automaticamente.

Há alguns dias atrás, tive a necessidade de desabilitar o ActiveSync para alguns usuários, baseado em uma planilha que o cliente me enviou. Taréfa simples, se formos fazer para 10, 20 ou 30 usuários. Hoje vamos aprender a fazer isso em massa, baseado em um arquivo .CSV e via Powershell! Vamos lá.

Procedimento

Basicamente precisamos de um arquivo .CSV com o UPN de todos os usuários, conforme abaixo:

User_CSV

Salve esse .CSV em algum local na máquina que será executada o comando. Por exemplo: C:\disable_activesync\disable_activesync_mscloud365.csv

1. Realize uma conexão com o Exchange Online utilizando o seguinte comando (lembre-se de abrir o Powershell como Administrador):

#Obtendo as credenciais de administrador do Office 365:

$credential = get-credential

#Importando o Modulo do MSOnline

Import-Module MSOnline

#Conectando nos serviços do MSOnline com as credenciais inseridas

Connect-MsolService -Credential $credential

#Armazenando uma sessão do Exchange Server em uma variável

$ExchangeSession = New-PSSession -ConfigurationName Microsoft.Exchange -ConnectionUri “https://outlook.office365.com/powershell-liveid/” -Credential $credential -Authentication “Basic” -AllowRedirection

#Importando Sessão do Exchange

Import-PSSession $ExchangeSession

 

2. Execute o seguinte comando para desabilitar o ActiveSync de todos os usuários que estão no arquivo CSV:

Import-CSV “C:\disable_activesync\disable_activesync_mscloud365.csv” | foreach {Set-CASMailbox -Identity $_.User -ActiveSyncEnabled $False} 2>> “c:\disable_activesync\LOGDISABLE.txt”Command_DisableSerá gerado um Log no caminho especificado em “>>C::\..

 

3. Para verificar se o ActiveSync de um usuário foi desabilitado com sucesso, basta executar o seguinte comando:

Get-CASMailbox -Identity “julio.vaz” | fl Identity,ActiveSyncEnabledGet-UserNote que o parâmetro “ActiveSyncEnabled” está setado como “False

4. Para que possamos habilitar novamente, basta executar o mesmo comando acima, mas com o parâmetro “-ActiveSyncEnabled $True

 

Espero que tenham gostado.

Obrigado,

Julio Araujo.

#QuickTips – Atribuindo um IP Fixo a uma Máquina Virtual existente do Microsoft Azure

microsoft-azure-logo

Olá pessoal!

Seguindo a série de dicas rápidas, esses dias eu tive a necessidade de atribuir um IP Dedicado (conhecido também como “IP Fixo”) a uma máquina virtual existente no Microsoft Azure. Ao atribuir um IP Dedicado à uma máquina virtual, ele não será distribuído à nenhuma outra Máquina Virtual.

1. Primeiramente nós devemos fazer a instalação do Azure Powershell que pode ser feito o download aqui.

2. Após a instalação do Azure Powershell, execute-o como administrador e digite “Add-AzureAccount” para se conectar a sua conta do Azure:ScreenShot001

3. Insira suas credenciais:

ScreenShot002

4. Após a conexão com a sua conta do Azure, podemos testar se um IP especifico está disponível para ser atribuído à uma Máquina Virtual com o seguinte comando:

TestAzureStaticVNetIP VNetName NomedaVNet IPAddress 10.23.21.5 ScreenShot003

Aonde:

-VNetName: Nome da Rede Virtual (Virtual Network)

-IpAddress: IP que deseja consultar

Caso o IP esteja livre, o parâmetro “IsAvailable” deve ser “True

ScreenShot004

Agora que já verificamos que o IP está disponível para utilização, podemos prosseguir.

5. Para que possamos fixar este IP a uma máquina virtual, devemos executar o seguinte comando:

GetAzureVM ServiceName CloudServiceName Name NomedaVM | Set-AzureStaticVNetIP -IPAddress 10.10.0.7 | UpdateAzureVM

ScreenShot006

Aonde:

-ServiceName: Nome da Cloud Service que a VM se encontra

-Name: Nome da Máquina Virtual

-IPAddress: IP que deseja fixar nessa máquina virtual

Após a execução do comando, a máquina virtual será reiniciada caso esteja ligada por conta do comando “Update-AzureVM” que executamos acima.

6. Após executar o comando de verificação novamente, o parâmetro “IsAvailable” está com o valor “False“, indicando que o IP não está disponível pois foi atribuído a outra máquina virtual. Repare que o Azure nos da opções de IPs disponíveis:

ScreenShot007

Espero que seja útil, muito obrigado!

Julio Araujo