Office 365 – Entendendo a Migração IMAP

Olá, pessoal.

Vamos entrar em uma série de artigos para entender todos os tipos de migrações possíveis para Office 365. Hoje, vamos falar da migração IMAP.

Objetivo

Apresentar a migração IMAP, mostrar os pré-requisitos, fluxo e dicas sobre a migração.

Migração IMAP

Em uma migração de correio eletrônica para Office 365 (Exchange Online), escolhemos a migração IMAP, quando o servidor trabalhar com o protocolo IMAP.

Exemplo de migrações: Lotus Notes x Office 365 | |Zimbra Mail x Office 365 | Google Apps x Office 365 | LocaWeb x Office 365, entre outros.

A migração IMAP, não utiliza qualquer ferramenta ou servidor on-premisses, apenas a própria ferramenta do portal do Exchange Online. Durante a migração IMAP, todos os usuários continuarão recebendo e-mail normalmente até que façamos o apontamento do registro MX para o Exchange Online (Office 365).

Requisitos para a migração

Os requisitos antes de começar a migração, são:

– Obter o FQDN do servidor IMAP.

– Acesso as portas IMAP (TCP/143/993)

– Usuários e Mailboxes tem que estar provisionados antes da migração. (Recomendo que façam via .CSV)

– Endereço SMTP tem que estar configurado no Tenant do Office 365.

– Obter as credenciais de todos os usuários e criar um arquivo .CSV com o seguinte modelo: EmailAddress, Username, Password. (Dica: faça um reset de todas as senhas para uma senha temporária, isso irá facilitar na hora de criar o .CSV)

– Como criar um arquivo .CSV: http://technet.microsoft.com/en-us/library/jj200730(v=exchg.150).aspx

O que é migrado?

Segue uma imagem mostrando o que é migrado durante a migração IMAP.

OBS: Antes de iniciar a migração, você pode excluir pastas que não queira migrar, por exemplo: “Lixo Eletrônico”.


Fluxo de migração IMAP.

Segue uma imagem com o fluxo da migração IMAP que deve ser seguido para que a migração ocorra com sucesso.

Ferramentas de migração.

Com a migração IMAP, a única ferramenta de migração que será necessária, é a própria ferramenta do Office 365 (Exchange Online).

]

Hoje vimos um pouco sobre o tipo de migração IMAP, seus conceitos, fluxo para a migração e dicas.

Obrigado.

Julio Araujo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s